Aulas retornarão em Taubaté dia 22 de fevereiro de modo online

0
4020

As aulas da rede municipal de Educação de Taubaté retornarão ao ano letivo dia 22 de fevereiro por meio de sistema online. Nesta primeira etapa, os gestores e professores da rede municipal de ensino farão o acolhimento socioemocional dos alunos e de suas famílias, pelos canais de comunicação entre escola e família já utilizados em 2020. O objetivo dessa ação é orientar a todos sobre a importância da implementação de protocolos de segurança sanitária, para que após sejam adotadas as medidas para a 2ª etapa do retorno das aulas.

A partir do mês de março, a Secretaria de Educação planeja a retomada das aulas presenciais, sempre sob as orientações dos órgãos de saúde pública e preservando alunos, profissionais e famílias envolvidas nesse processo. Assim, a intenção é que as aulas presenciais retornem, de forma escalonada, iniciando em 25%, seguindo o Plano São Paulo, de controle da COVID-19.

O retorno presencial, neste momento, não será obrigatório e as aulas online continuarão sendo disponíveis para que os alunos mantenham a aprendizagem mesmo de suas casas.

Na educação infantil, o retorno gradual das aulas presenciais acontecerá apenas para a Etapa I e II.

Transferências Internas

As transferências entre escolas municipais serão realizadas de 22 de fevereiro a 05 de março, de forma online, tanto no site da prefeitura quanto no Portal da Educação, no link Matrícula On-line.

Os pais devem preencher todos os campos obrigatórios do formulário. Para isso, é possível que os pais entrem em contato com as escolas de origem da matrícula dos filhos para obterem o R.A. do aluno, portanto, quando solicitado a escola pode informar ao pai/responsável.

Essa informação é importante para não haver duplicidade de solicitação.

Caso ocorra erro para iniciar a solicitação da transferência, pai/responsável deverá enviar e-mail para solicitacao.matricula@educacaotaubate.sp.gov.br.

As vagas são concedidas a partir da geolocalização realizada pelo sistema e a vaga será concedida onde houver disponibilidade dentro da zona de abrangência do novo endereço da família. a transferência somente será considerada após a efetivação da mesma na escola de destino das crianças.

Fonte: Diário de Taubaté