Campos do Jordão tem cerca de dez mil moradores em áreas de risco, diz Defesa Civil

0
4055

Segundo órgão, são cerca de 4 mil famílias em áreas de risco – a maior parte com perigo de deslizamento de terra. Na última semana, um deslizamento atingiu três imóveis.

 

Cerca de dez mil moradores de Campos do Jordão vivem em em áreas de risco, segundo a Defesa Civil. De acordo com o órgão, são 175 áreas vulneráveis em diversos bairros, a maior parte com risco de deslizamento. Na última semana, um deslizamento de terra atingiu casas(Leia mais abaixo)

Campos do Jordão tem histórico de deslizamentos, por causa das inúmeras construções em áreas de morro na cidade. De acordo com a Defesa Civil, o levantamento de áreas com risco apontou que mais de dez mil pessoas moram em áreas de risco, de baixo a intenso. Ao todo são 3.985 famílias.

Todos os anos, de dezembro a janeiro a cidade realiza a fiscalização, com monitoramentos diários aos locais mais vulneráveis. Segundo o órgão, a maior parte das áreas de risco fica nos bairros Britador, Vila Albertina, Santo Antônio, Monte Carlo, Vila Sodipe e Vila Nadir.

Na última quarta-feira (9), cinco casas foram atingidas por um deslizamento no bairro Vila Santo Antonio – uma área mapeada como de risco pela prefeitura. No local, um morro cedeu e destruiu parte de um imóvel e arrastou um carro que estava na garagem.

As cinco famílias que moravam nos locais atingidos foram retiradas. A Defesa Civil informou que esteve nas áreas com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), que ajuda no mapeamento dos riscos, e manteve as casas interditadas. O órgão informou que só após a temporada de chuvas vai ser possível avaliar se os danos podem ser reparados ou se os imóveis vão ter que ser destruídos.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Wander Vieira, a prefeitura tem adotado medidas de prevenção.

“A gestão adotou medidas para escoamento de chuva, obras para diminuir os pontos de alagamento e os impactos nas áreas vulneráveis nessa época. Mas os pontos são muitos e as nossas equipes estão fazendo acompanhamento 24h”, comentou.

Até o fim da manhã deste domingo (13) a única ocorrência havia sido um deslizamento de terra no bairro Jardim Embaixador. Um muro e uma árvore caíram, mas não houve vítimas.

A Defesa Civil informou que fez reforço nas equipes e que mantém o monitoramento das áreas de risco.

Fonte: G1