CDP de Taubaté adota atendimentos virtuais durante período de pandemia

0
3754

Segundo a SAP, chamado “tripé família-saúde-religião” atua para minimizar os efeitos do isolamento social

O Centro de Detenção Provisória (CDP) “Dr. Félix Nobre de Campos”, em Taubaté, é uma das referências de unidades prisionais que aderiram a modalidade de comunicação online.

Segundo a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), a rotina das penitenciárias se adaptou à realidade atual de forma a evitar o maior número de contatos possíveis dos presos com o meio externo.

Em Taubaté, o CDP está ancorado no que a Secretaria chama de “tripé família-saúde-religião”, que atua para minimizar os efeitos do isolamento social causado pelo novo coronavírus.

Um exemplo de atividade que migrou para a forma online é a religiosa. O atendimento religioso foi mantido por duas vezes na semana. A cada reunião online, participam oito detentos, que são orientados a repassar os ensinamentos do dia aos outros colegas de cela.

Outra atuação que precisou se adaptar ao modelo remoto é a feita por representantes dos Narcóticos Anônimos (NA). Segundo a SAP, os atendimentos acontecem de forma semanal, com duas horas de duração.

Família
Segundo a SAP, o foco do chamado “olhar mais humanizado” do sistema penitenciário é compartilhado com os familiares dos detentos.

O projeto Acolher, em execução desde 2016, também precisou migrar os atendimentos para o modo online. Entre as ações, está o suporte psicológico e orientação sobre redes assistenciais do município à família dos detentos. Inicialmente, o projeto ocorria a partir de agendamentos. Hoje, dá-se por meio de telefonemas e e-mails.

Fonte: Guia Taubaté