DR. BRUNO FALA SOBRE: CHECK-UP VETERINÁRIO, SAIBA O QUANTO É IMPORTANTE!

0
4353

As consultas periódicas garantem a saúde e a qualidade de vida do seu pet, portanto, não esqueça de realizar o agendamento

No início de ano, é muito comum que os seres humanos comecem a marcar consultas e exames para verificar se a saúde está em dia. Os animais de estimação também precisam de um check-up veterinário para que possam viver mais e melhor.

Temos o perigoso hábito de levar os pets à clínica veterinária só quando eles ficam doentes ou quando os tutores desejam realizar um procedimento como a castração. Embora essas atitudes sejam essenciais, os animais necessitam, ainda, de cuidados profissionais periódicos.

Os animais de estimação devem ser acostumados a fazer o check-up desde filhotes. A frequência ideal das consultas varia: os filhotes precisam ir até completarem a vacinação, os pets adultos, uma vez por ano, enquanto que os idosos precisam de cuidados semestrais.

Se o seu cão ou gato já sofre de alguma doença ou possui algum tipo de predisposição, a periodicidade das visitas pode variar, conforme a indicação do veterinário. Inclusive, veja a importância do pronto-socorro para o seu pet.

Aliás, é muito importante contar com um profissional que possa acompanhar o histórico de saúde do pet, ou, ao menos, levá-lo sempre à mesma clínica onde ficam os registros das passagens anteriores do animal para avaliá-lo corretamente.

No check-up veterinário, o profissional irá realizar um exame físico e solicitar análises laboratoriais. Com os resultados em mãos, será possível saber o estado geral da saúde do seu animal e solucionar possíveis doenças o mais breve possível.

A medicina veterinária preventiva evoluiu muito e contribui cada vez mais para que tutores e animais de estimação tenham uma vida de companheirismo por muito mais tempo. Saiba tudo o que ela pode fazer por vocês:

Medir a temperatura corporal

O veterinário possui um termômetro anal próprio para medir a temperatura dos animais de estimação. Ela indica sinais de infecções, de doenças internas, do período fértil das fêmeas e até o melhor momento para realizar a castração.

Confira também como deixar o seu pet charmoso por meio de roupa para cachorro.

Identificar verminoses e falta de nutrientes

Por meio de exames de fezes, o veterinário consegue detectar a presença de vermes e a falta de nutrientes nos animais. Se os resultados forem positivos, você terá que tomar algumas medidas de profilaxia para evitar que o pet adoeça gravemente e providenciar uma nova vermifugação.  

Conferir a saúde ocular

Algumas raças de cães e gatos tendem a ter problemas nos olhos e na visão e, quando o animal envelhece, o risco aumenta. Com uma análise de globo ocular, será possível identificar o problema precocemente e encaminhar o pet para o especialista oftalmológico.

Ultrassonografia nas fêmeas

As fêmeas que estão grávidas, que estão prestes a cruzar ou que ainda não realizaram a castração precisam ter seus órgãos reprodutores analisados para conferir se eles estão preparados para uma gravidez e se não apresentam sinais de doenças muito comuns, como tumores.

Verificar como estão os dentes

A avaliação dentária é fundamental, principalmente nos animais idosos. Dessa forma, é possível prevenir e tratar o desgaste dos dentes, queda dentária, cárie, tártaro e mal hálito. Além disso, esses problemas podem indicar desnutrição ou dificuldade na hora de digerir os alimentos. Veja também sobre sapatinho para cachorro e tire suas dúvidas.

Diagnosticar doenças silenciosas

Algumas doenças caninas e felinas quase não apresentam sintomas, porém, podem ser graves e levar o animal à morte. No check-up veterinário, algumas delas podem ser identificadas, como artrites/artroses, câncer, doenças cardiovasculares, doenças endócrinas, doenças renais e otite.

Descobrir causas para a obesidade

Os animais não ficam obesos apenas devido a maus hábitos de alimentação e pouco exercício. Algumas doenças hormonais podem causar o aumento de peso do pet. A obesidade pode ser perigosa, pois traz consequências como diabetes, dificuldade respiratória e queda do sistema imunológico.

Atualizar a carteira de vacinação

No primeiro ano de vida do animal, ele tomará diversas vacinas. No entanto, a prevenção contra determinadas doenças como raiva, gripe e giárdia continua ao longo da vida, com doses anuais de vacinação na clínica veterinária.

Lembre-se que é sua obrigação como tutor proporcionar aos seus animais de estimação uma vida confortável e saudável, pois eles não podem fazer isso sozinhos. Jamais deixe de levá-los para as consultas de rotina e, se ainda não marcou a sua, aproveite para fazer isso agora mesmo!