Com atraso e mais cara, ponte estaiada em São José é liberada para o tráfego

0
3979

Com oito meses de atraso e mais cara que o previsto, a ponte estaiada de São José dos Campos vai ser liberada para o trânsito a partir desta sexta-feira (24).

A ponte que liga a avenida Jorge Zarur as avenidas São José e Cassiano Ricardo foi feita como estratégia da gestão como solução para o gargalo do trânsito na região.

Segundo a Prefeitura de São José dos Campos, o trânsito na ponte será liberado a partir das 11h. Apesar disso, a obra completa só deve ser entregue em 31 de maio. Ainda falta a conclusão da ponte do Senhorinha, parte do recapeamento, jardinagem e paisagismo.

Obra

A ponte estaiada foi anunciada em junho de 2018 com custo de R$ 48,5 milhões. De acordo com a prefeitura, um estudo apontou que o local é o principal ponto de congestionamento da cidade e passam por ele mais de 60 mil pessoas em mais de 1,2 mil viagens.

Para desafogar, a ponte estaiada foi construída com dois viadutos em formato de ‘x’ — o viaduto inferior tem 267 metros e o superior tem 349 metros. O mastro central chega aos 100 metros.

Após o anúncio, a gestão passou por uma série de embates judiciais, inclusive com questionamento do MP sobre a eficácia do projeto como solução para a região. A obra chegou a ser paralisada por ordem judicial.

Ao longo da execução, a prefeitura fez ainda uma série de aditivos ao orçamento, que saltou R$ 13 milhões. A previsão inicial da gestão era de que o projeto fosse entregue em agosto de 2019, mas atrasou. A obra entregue nesta sexta custou R$ 61,5 milhões aos cofres públicos.

Fonte: G1 / Foto: Divulgação/Prefeitura de São José dos Campos