Heróis anônimos se desdobram na guerra contra o coronavírus

0
3462

Exército formado por profissionais da saúde, mobilidade urbana, serviço social, educação e segurança pública não mede esforços para combater inimigo praticamente invisível

Um exército formado por médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, farmacêuticos, atendentes, encarregados da limpeza e demais funcionários de unidades de saúde de São José dos Campos. Em horas de trabalho, não medem esforços para combater a pandemia do novo coronavírus, um inimigo praticamente invisível.

Em outra frente, estão guardas municipais, coletores de lixo, fiscais, agentes ambientais, agentes de mobilidade, assistentes sociais, profissionais da educação, motoristas e cobradores.

Além de todo esse batalhão, a participação e a conscientização da população são fatores fundamentais nessa batalha.

“É muito importante contar com a colaboração da população”, afirmou Isis Palma, gerente da UPA do bairro Parque Novo Horizonte, região leste da cidade.

Mãe de um casal de filhos, de 4 e 13 anos, a servidora contou sobre a dedicação no trabalho.

“Minha família fica preocupada. Estamos tomando todas as medidas de segurança. Nossos profissionais foram bem orientados. Essa é a profissão que escolhi. O amor e a dedicação ao trabalho tornam tudo mais tranquilo e prazeroso”, completou a profissional.

Enfermeira na UPA do Campo dos Alemães, região sul de São José, Adriana Prado destaca a importância de a população saber quando deve procurar o serviço de saúde.

“As pessoas precisam se conscientizar que não é momento para procurar as unidades de saúde de forma geral, por motivos crônicos. Peço que respeitem a doença e se isolem em seus lares cuidando dos seus! Se todos se conscientizarem verdadeiramente, salvam vidas tanto quanto nós”, afirmou.

Todos os funcionários que atuam na saúde foram orientados sobre o uso adequado dos equipamentos de segurança.

Os profissionais contam com máscaras, aventais descartáveis e luvas. Foram reforçadas ainda as orientações sobre a higienização das mãos com água e sabão. A secretaria de saúde disponibiliza ainda álcool em gel em todos os setores. Os pacientes com problemas respiratórios recebem máscaras de proteção.

Está disponível ainda álcool em gel nas recepções da UPAs.

NAS RUAS

Todos os profissionais que estão na linha de frente, independentemente da área de atuação, estão tomando todas as medidas para resguardar a própria saúde.

Na Urbam, por exemplo, cada turno de trabalho foi dividido em duas partes, com intervalo de meia hora, para separar as equipes nos vestiários e na saída da frota.

Os funcionários estão sendo orientados quanto à higienização geral dos dedos e das próprias mãos. No final dos turnos, e quando houver intervalo entre as trocas, as cabines e os estribos dos caminhões são higienizados com produtos sanitizantes. Todos os equipamentos de segurança estão disponíveis para os trabalhadores.

LIMPEZA

A Prefeitura, por meio da Urbam (Urbanizadora Municipal) e da Secretaria de Mobilidade Urbana, também colocou funcionários para intensificar a higienização dos pontos de ônibus da cidade.

A desinfecção é feita com um produto que tem efeito residual de pelo menos cinco dias à base de quaternário de amônio da quinta geração.

Este produto também é usado no combate a esta pandemia na China. As equipes que atuam no serviço foram capacitadas para realizarem a atividade e todos os funcionários estão devidamente protegidos com EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

Sete equipes estão atendendo os pontos de ônibus.

Fonte: G1