IBGE abre concurso com quase 3 mil vagas para o Censo 2020 no Vale e região bragantina

0
3592

Cargos são para ensino fundamental e médio. Salários variam de R$ 1,7 mil a R$ 2,1 mil.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) abriu nesta quinta-feira (5) as inscrições para o concurso público que vai selecionar 2.938 trabalhadores temporários para realizar o Censo 2020.

O processo de seleção é para dois cargos. Um deles é para a vaga de agente censitário que exige ensino médio completo. Os aprovados ficarão responsáveis pela coordenação da coleta de dados e supervisionar as equipes de recenseadores.

A vaga de agente censitário é para um contrato de cinco meses, mas o período pode ser prorrogado. Os salários para o cargo variam de R$ 1,7 mil a R$ 2,1 mil.

O concurso também vai selecionar candidatos para o cargo de recenseador, que exige ensino fundamental completo. Os selecionados farão o trabalho nas ruas, entrevistando os moradores para coletar os dados do Censo.

Para a função de recenseador, a remuneração será por produção, de acordo com o número de domicílios visitados e questionários respondidos. O contrato é temporário de três meses e pode ser prorrogado.

As inscrições para o processo seletivo para os dois cargos vão até o dia 24 e deverão ser feitas pela internet, no site da Cebraspe, empresa responsável pelo concurso. A taxa de inscrição para as funções de nível médio é de R$ 35,80 e para recenseador é de R$ 23,61.

A previsão é que as provas para agente censitário seja realizada no dia 17 de maio e as provas para recenseadores, o dia 24 de maio.

Censo

Com periodicidade decenal, ou seja, realizado a cada 10 anos, o Censo Demográfico tem abrangência nacional. Ele apresenta dados detalhados sobre a população brasileira, que são divulgados para Brasil, Grandes Regiões, Unidades da Federação, Mesorregiões, Microrregiões, Regiões Metropolitanas, Municípios, Distritos, Subdistritos e Setores Censitários.

A última edição do Censo foi realizada em 2010. O IBGE estima que, desde então, a população tenha aumentado em cerca de 10,4%. Ao todo, para o atual Censo, o governo federal vai contratar 234 mil trabalhadores temporários.

Fonte: G1 / Foto: Reprodução / FAEPE