São José dos Campos entra na fase vermelha do Plano São Paulo para tentar frear avanço da Covid-19

0
3933

Apenas serviços essenciais poderão funcionar com atendimento presencial; prefeitura justifica decisão para tentar frear o rápido aumento do número de casos de Covid-19 na cidade.

São José dos Campos adota a partir desta segunda-feira (18) as regras da fase vermelha do Plano São Paulo. Embora o Governo de São Paulo tenha classificado a região do Vale do Paraíba na fase laranja, o município optou em regredir à fase mais rígida por causa do rápido aumento do número de casos de Covid-19.

Além de São José dos Campos, cidades como Cruzeiro, Queluz e Bananal também decidiram retroceder a uma etapa mais restritiva. Já em Taubaté, a cidade vai endurecer as regras da fase laranja.

Na fase vermelha do Plano São Paulo, apenas os serviços essenciais podem atender os clientes presencialmente. Bares e restaurantes não podem receber clientes e shoppings e academias não podem funcionar.

São José dos Campos entra na fase vermelha do Plano São Paulo para tentar
frear avanço da Covid-19 — Foto: Prefeitura de São José dos Campos/Divulgação

O anúncio foi feito pelo prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth (PSDB) e pelo secretário de saúde do município, Danilo Stanzani, na última sexta-feira (15).

A medida desagradou muitos empresários, principalmente os que atuam no setor de bares e restaurantes. Na manhã desta segunda (18), comerciantes fizeram um protesto na frente do Paço contra a volta à fase vermelha.

“Sabemos o impacto que causará em vários setores de comércio, mas de fato todos entendemos que o melhor para nossa gente. Não fomos nós que fizemos. Agora é uma hora de freio de arrumação. Agora, contaminou muita gente. Precisamos frear e isso é só com a fase vermelha. É a ferramenta que pode minimizar. Ela não resolve 100%, mas é a ferramenta para minimizar”, disse o prefeito Felício Ramuth na entrevista coletiva.

A classificação será feita semanalmente pelo comitê de saúde do município com base nos números da cidade.

Fonte: G1