São José dos Campos tem segundo caso suspeito de coronavírus

0
3489

Homem chegou de viagem à China no dia 25 de janeiro com sintomas da doença e está hospitalizado. Primeiro caso é de mulher de 51 anos. Ambos estão em isolamento.

A Prefeitura de São José dos Campos apura um segundo caso suspeito de coronavírus. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (30) pela Vigilância Epidemiológica. O paciente é um homem de 37 anos que chegou da China na última semana e apresentou os sintomas da doença. O primeiro caso apurado é o de uma mulher de 51 anos.

Os balanços do governo federal e das secretarias estaduais ou municipais podem ter números diferentes. Eventuais divergências ocorrem porque os boletins diários, que passarão a ser informados diariamente às 16h, se baseiam em informações coletadas até o meio-dia. Segundo o ministério, notificações enviadas após o meio-dia constarão no boletim do dia seguinte.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, o homem esteve na China de 8 a 24 de janeiro e procurou atendimento médico na rede particular ao ter sintomas como tosse, coriza e fraqueza.

O paciente foi mantido internado em isolamento e a Vigilância Epidemiológica acompanha o caso. O estado de saúde dele é estável. O Hospital Vivalle informou que o quadro foi definido suspeito conforme critérios do Ministério da Saúde.

A prefeitura informou que, de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, as pessoas que tiveram contato com o paciente foram orientadas a procurar os serviços de saúde caso também apresentem os sintomas.

Outro caso

Esse é o segundo caso tratado como suspeito em São José dos Campos. Uma mulher de 51 anos está internada em isolamento em outro hospital da rede particular.

A paciente começou a apresentar no domingo (26) sintomas como febre, tosse, coriza, cefaleia (dor de cabeça) e fraqueza. Ela disse à equipe médica que o marido retornou da China no fim de dezembro e, por causa dos sintomas, os médicos optaram pela internação e isolamento dela.

Segundo a Secretaria de Saúde, a paciente está sendo tratada com Tamiflu, que é o medicamento usado no tratamento da gripe Influenza (H1N1), e o estado de saúde é estável.

A vigilância acionou o marido da paciente e pessoas que tiveram contato para entrevistas, em um protocolo padrão. O órgão vai avaliar se mais alguém apresenta sintomas da doença.

A Vigilância Epidemiológica recolheu amostras biológicas dos dois pacientes pelos hospitais e já foram enviadas para análise no Instituto Adolfo Lutz, laboratório de referência em São Paulo. A previsão é que os resultados sejam divulgados em 15 dias.

Casos suspeitos no Brasil

Além das duas suspeitas em São José dos Campos, o Brasil tem ao menos outros nove casos suspeitos de coronavírus em seis estados. São Paulo tem outros três casos suspeitos, todos na capital paulista. Nenhum caso da doença foi confirmado no país.

Os balanços do governo federal e das secretarias estaduais ou municipais podem ter números diferentes. As divergências ocorrem porque os boletins diários divulgados diariamente se baseiam em informações coletadas até o meio-dia. Segundo o ministério, notificações enviadas após o meio-dia constarão no boletim do dia seguinte.

O surto de coronavírus provocou mais de 100 mortes na China, onde o número de infectados passa de 4,5 mil. De todas as mortes até o momento, a maior parte foi registrada na província de Hubei, onde fica a cidade de Wuhan, epicentro da contaminação.

Fonte: G1 / Foto: Divulgação/viValle