Sem aulas, transporte pode sofrer redução na RMVale

0
3381

O sistema de transporte público será afetado com as ações para evitar a pandemia do coronavírus no Vale do Paraíba.

Não estão descartadas reduções no número de ônibus em circulação, além de alterações em horários.

O principal motivo é a suspensão das aulas nas redes pública e privada de ensino, que ameaça atingir 100% das escolas no Vale na próxima semana e impactar mais de 630 mil estudantes. Boa parte deles usa regularmente o sistema de transporte.

A orientação é do Ministério da Saúde e do governo estadual, que irá suspender as aulas em toda a rede estadual até a próxima segunda-feira (dia 23).

De acordo com a Busvale, que representa as empresas de transporte no Vale, a operação se manteve dentro da normalidade nesta segunda.

A entidade informou que está avaliando o desenrolar da situação e mensurando o impacto que a suspensão nas aulas terá no transporte público, no número de passageiros.

Com isso, pode haver retirada de alguns horários, como em entrada e saída de aulas.

Segundo a entidade, a decisão só será tomada se houver consenso com as respectivas secretarias de transporte dos municípios, que são as reguladoras do serviço público.

Em algumas cidades, como na ABC Transportes, em Taubaté, os ônibus circularam com cartazes de orientação aos usuários, com dicas de prevenção.

Em Pindamonhangaba, a empresa Viva Pinda optou por realizar o horário de sábado.

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Jacareí disse que não estão previstas alterações no transporte público.

Em empresas da região, o trabalho em casa (home office) vem sendo adotado como opção para evitar a propagação do coronavírus nos ambientes de produção e administrativo.

Companhias como Embraer, Ford e General Motors estão estimulando o trabalho remoto entre seus funcionários.

Fonte: O Vale / Xandu Alves